terça-feira , 23 janeiro 2018

Páscoa

A origem do nome Páscoa vem do hebraico Pessach, que significa passagem. Na tradição judaica este é o nome da festa anual que comemora a libertação do povo judeu depois de séculos de cativeiro no Egito. Porém, com calendários e origens diferentes, as cerimônias judaicas do Pessach e a Páscoa cristã mantêm muitas relações de significado, sobretudo por celebrarem ambas uma passagem para a libertação.

Ressureição - PascoaAssim, Jesus mostra, com Sua ressurreição, três dias após a Sua crucificação, a condição de Filho de Deus, Vitorioso sobre a morte. A Páscoa simboliza, para os cristãos, a passagem para uma nova vida, a vida eterna. É por esse motivo que ela é a mais importante festa da liturgia católica. É um dia festivo, onde celebramos a Ressurreição de Cristo.

A Páscoa é repleta de símbolos importantes: o cordeiro, a cruz, o pão e o vinho, os óleos santos, o fogo, o círio pascal, a água, os coelhos e os ovos de páscoa. Sim, ovos! O ovo representa nascimento e vida. Presentear pessoas com ovos é um costume de épocas remotas. Porém, os ovos (de verdade) foram substituídos por ovos de chocolate.

Devemos, portanto, evitar o consumismo desenfreado de chocolates e presentes, e focarmos no verdadeiro sentido desta data: o centro de nossa fé, o Cristo que morreu e ressuscitou para nos mostrar que o Reino de Deus pregado por Ele está presente e vivo entre nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *